DIETA COM SABOR

PINHÃO

Escrito por Estilo 40

Quem gosta de pinhão? Nunca fui muito fã, mas nesse fim de semana, em Campos do Jordão, um segredinho que aprendi com a Bernadete, uma cozinheira de mão cheia, me fez mudar de ideia.

Ele não é super calórico como se pensa, mas deve ser consumido com moderação. O que mais se destaca é o carboidrato complexo, que garante mais saciedade ao organismo. Assim, ele é excelente fonte de energia e possui baixo índice glicêmico – ou seja, sua glicose é lentamente absorvida pelo organismo, fazendo com que não ocorram picos de glicemia.

Além disso, o pinhão é rico em vitaminas do complexo B, cálcio, fósforo, e zinco, sendo excelente para o sistema nervoso central, auxiliando na memória e raciocínio. Ainda, ajuda no controle do colesterol, prevenindo doenças cardíacas.

O preparo é simples (mas um pouco demorado), e o segredo é não colocar sal durante o cozimento e banhar na manteiga depois de pronto.

Confira a Receita da Bernadete:

  • Coloque o pinhão na panela de pressão, com bastante água e deixe no fogo por aproximadamente 1 hora – abrindo de vez em quando para adicionar mais água se sua panela não for muito grande.
  • Quando os pinhões começarem a abrir as pontinhas, está no ponto.
  • Descasque – essa é a parte mais chatinha. Pra ficar mais fácil, aperte a ponta de trás.
  • Numa vasilha, coloque um pouquinho de manteiga – só pra banhar e de acordo com a quantidade do pinhão -, coloque sal a gosto, e leve ao microondas para derreter (a manteiga) – um minutinho costuma ser suficiente.

E sirva. Com o friozinho que daqui a pouco baterá às portas, é delícia, mas lembre-se: cada 100 gramas tem, em média, 200 calorias.

Últimos posts por Estilo 40 (exibir todos)

Estilo 40

Perfil Digital remanescente da Revista Estilo 40 - que englobava também o “Projeto Dieta com Sabor” -, coordenada por Débora Böttcher Lessa, de 2013 a 2020: os artigos garimpados durante esse período, referentes a assuntos para mulheres de 40 ou mais - e para as que chegarão lá -, foram transportados para esse espaço, que é uma junção da Revista e do site Babel Cultural.

Deixe um recado