HIPERBREVES

DÍVIDA

Escrito por Andréa Bianchi
Ela achava sempre que devia alguma coisa à sociedade. Era preciso trabalhar direito, corresponder as expectativas de todos – afinal, a opinião dos outros a seu respeito contava muito. Só que ninguém lhe bateu nas costas para lhe dar parabéns em tantas oportunidades de vitória, e o pior de tudo, não houve um só para lhe consolar quando a dor por fazer o “correto” foi insuportável. Ela deu basta e ganhou a rua, partiu para nunca mais. Que todas as expectativas caíssem por terra, não devia mais nada a ninguém. Saiu sem bater a porta.

| Andrea Bianchi | 
Últimos posts por Andréa Bianchi (exibir todos)

Andréa Bianchi

Não estou pronta ainda, todos os dias alguma coisa muda em mim... Vivo no Rio de Janeiro.