HIPERBREVES

O TUDO

Escrito por Carla Dias
Importante cargo, escritório próprio, vale-refeição, vale-transporte, vale-cultura, plano de saúde, décimo terceiro, bônus, caneca com nome para boa dose de café. Amigos: dois próprios, de infância, e uns vinte emprestados, de trabalho, que a social faz parte da labuta. Casa própria, home theater, iPhone, cama King Size, coleção dos filmes de Wim Wenders, em DVD. Vista para o mar, sala de meditação, sistema de áudio de última geração distribuído por todos os cômodos. Norah Jones se espalha pela casa, elegantemente. Conta bancária: mais do que satisfatória. Três carros importados, passaporte utilizado com frequência frenética. Fluente em espanhol, francês, alemão, inglês e, por afinidade, em búlgaro. Não se iluda, ele conseguiu esse tudo por merecimento e o aprecia profundamente. Só que ele sabe que o tudo é uma variante, pois há dias em que ele acorda como se lhe faltasse fôlego, desaprumado. Como se o tudo lhe faltasse com a mesma presteza com que lhe serve. Respingado de nada.

| Carla Dias | 
 Indefinite Divisibility © Yves Tanguy
Últimos posts por Carla Dias (exibir todos)

Carla Dias

Autora de "Estopim", "As Asas da Borboleta", "Jardim de Agnes", "Os Estranhos" e "Azul", além de participação com contos e crônicas em mais quatro coletâneas - entre elas, "Acaba Não, Mundo", do site "Crônica do Dia", onde ainda escreve às quartas-feiras. Trabalha como Produtora de Eventos junto à baterista Vera Figueiredo [IBVF Produções]. Vive em São Paulo.