LITERATURA RESENHAS

UMA VIDA INVENTADA, Maitê Proença

 “Uma vida inventada” 
Maitê Proença
(Editora AGIR)

Nesse segundo livro da atriz, vida real e imaginação se misturam em narrativas de grande profundidade emocional. Os capítulos brincam com o leitor – ora em primeira, ora em terceira pessoa -, numa biografia catártica em que a autora conta sua história pessoal tanto dentro da trama como observando-a, deslocando a ‘menina’ que mora em seu interior para fora das tragédias que vivenciou.

O livro mergulha na dor, na alegria, na solidão, nas perdas, no amor, na traição, vida e morte, de forma intensa, corajosa e, muitas vezes, divertida.

Com estilo lírico, destilando ironia, bom humor e também tristeza, a autora/atriz fala ainda sobre religião, sexo, amores, frustrações, maternidade, sempre recorrendo às suas memórias absolutamente verdadeiras.

Últimos posts por Débora Böttcher Lessa (exibir todos)

Débora Böttcher Lessa

Formada em Letras, com especialização em Literatura Infantil e Produção de Textos. Participou do livro de coletâneas "Acaba Não, Mundo", do site "Crônica do Dia", onde escreveu por 10 anos. Publicou artigos em vários jornais. Trabalha com arte visual/mídias. Administra esse mini portal - que é uma junção dos sites Babel Cultural, Estilo 40, Hiperbreves e Papo de Letras.