PAPO DE LETRAS

SEIS REGRAS BÁSICAS PARA ESCRITORES

Escrito por PodTexto
orwell

O escritor e jornalista inglês, George Orwell, autor de “1984” e “A Revolução dos Bichos”, ensina seis regras para Escritores:

1 – Nunca use metáforas ou outras figuras de linguagem que você está acostumado a ouvir ou ler na imprensa. Figuras de linguagem não costumam criar respostas emocionais, pois elas estão muito presentes no dia a dia e nas leituras cotidianas.

2 – Nunca use uma palavra longa, onde possa usar uma palavra curta. Palavras longas são mais difíceis de assimilar. Quando usadas em excesso, podem prejudicar a compreensão do texto e cansar o leitor.

3 – Se for possível cortar uma palavra, corte-a. Palavras que não contribuem para o sentido do texto, diminuem seu poder de comunicação. Quanto mais enxuta for sua escrita, melhor.

4 – Não utilize o passivo onde você possa usar o ativo. A voz ativa, como o próprio nome diz, é mais direta e eficaz – e sem rodeios, seu texto fica mais limpo e de compreensão mais simples.

5 – Nunca use uma frase estrangeira, palavra científica ou jargões se você pode pensar de um equivalente em sua língua original. Isso deixa seu texto mais acessível também ao leitor pouco acostumado à leitura.

6 – Quebre qualquer uma dessas regras se você achar que seu texto ficará melhor. Pratique, leia, releia, revise, reescreva.


* George Orwell é o pseudônimo de Eric Arthur Blair (1903-1950), escritor e jornalista inglês. 


 

PodTexto

PodTexto

Escrevendo sobre tudo pra você ler quando quiser.